O Ubuntu 17.10 substituiu o antigo Display Server X11 pelo Wayland, e também acompanha agora por padrão com o Display Manager GDM3 (Gnome). Acontece que esta nova versão veio acompanhada de um bug que afeta os usuários que utilizam drivers gráficos da NVIDIA.

Depois de pesquisar, descobri que a correção é bem simples, bastando adicionar uma diretiva no grub.

No arquivo de configuração do grub “/etc/default/grub”, adicione “nvidia-drm.modeset=1” no GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT:

Atualize o grub:

Pronto, basta reiniciar o computador e o driver da NVIDIA deverá funcionar agora.

 

Neste post aprenderemos a corrigir o problema no Gmail com o envio de emails através do protocolo IPv6.

Our system has detected
that this message does 550-5.7.1 not meet IPv6 sending guidelines regarding
PTR records and 550-5.7.1 authentication.

Existem duas soluções, uma delas é você colocar o DNS reverso para o IPv6 em questão, e a segunda solução é fazer com que o Postfix utilize apenas o protocolo IPv4.

Edite o arquivo “/etc/postfix/main.cf”:

Basta atribuir o valor ipv4 para a diretiva inet_protocols.

Reinicie o postfix:

Verifique a nova configuração:

A saída deverá ser inet_protocols = ipv4.

Todas as distribuições do Linux incluem um programa que nos dá a possibilidade de fazer cópias fidedignas de todo o disco ou partição, assim como também restaurar. Este é o comando “dd”.

Copiando o disco A para o disco B:

Neste exemplo, estamos copiando todo o disco “/dev/sda” para o disco “/dev/sdb”.

bs=64K” é o tamanho do bloco. Quanto maior o tamanho do bloco, mais rápido será a transferência, porém se houver um erro qualquer, todo o bloco será comprometido. O tamanho de 64K é o suficiente para nos dar uma boa velocidade de transferência e ao mesmo tempo diminuir a propagação de um erro, caso exista.

conv=sync,noerror” ignora os erros e preenche com zeros em caso de algum erro.

Copiando o disco de um servidor remoto para o PC local:

Neste exemplo, todo o disco do servidor remoto “/dev/sda” é copiado para o computador local e compactado com gzip.

Restaurando um arquivo de imagem com dd:

No exemplo anterior, copiamos o disco para o arquivo de imagem em “/root/backup.img.gz”. Para restaurar este arquivo de imagem no disco com dd executamos:

OBS: Note que neste exemplo estamos assumindo que o sistema possui dois discos e está instalado em outra partição, diferente de /dev/sdb. Caso você sobrescreva o mesmo disco em que o seu sistema esteja instalado e em execução, o sistema ficará comprometido. O correto seria fazer o boot com uma Live Media contendo o backup, e então restaurar o disco.

Vejamos no exemplo abaixo como aumentar uma partição LVM, que está dentro de uma partição Extended. No exemplo abaixo, recriaremos a partição da LVM, que deve iniciar a partir do mesmo setor antigo, ou seja, em nosso exemplo o setor inicial da nossa LVM é o 501760, sendo assim a nova partição redimensionada deve-se iniciar também no setor 501760.

Em seguida basta reiniciar a máquina para que as alterações sejam aplicadas, e então redimensionar o Physical Volume de nossa LVM:

 

 

Recentemente, ao começar a utilizar o Debian Stretch, me deparei com o problema de copiar e colocar no Terminal, no qual não estava funcionando.

Resolvendo o problema do Copiar e Colar no Debian 9 Stretch

Abra o arquivo “/usr/share/vim/vim80/defaults.vim” em um editor:

Procure no arquivo pelas seguintes linhas:

Comente as linhas utilizando aspas duplas:

Agora seu editor voltará a funcionar como era antes 🙂

 

NFS é um sistema de arquivos que pode ser compartilhado por diversos hosts.

Neste tutorial, estaremos explicando como instalar e configurar um servidor NFS no Debian 8 Jessie.

Instalando e configurando um servidor NFS

Primeiramente, utilizamos o comando abaixo para instalar o servidor NFS:

Nossa pasta a ser compartilhada ficará em “/var/lib/vz/nfs”:

É no arquivo “/etc/exports” que são feitas as configurações do pontos de montagem NFS:

Cada linha do arquivo corresponde a um cliente que poderá acessar o seu servidor NFS:

Com as configurações acima feitas, basta salvar o arquivo e então reiniciar o service NFS:

 

O TimeZone no Debian 8 pode ser alterando com apenas um comando.

Para listar os timezones disponíveis utilize o comando:

Basta escolher um TimeZone da lista mostrada, e então utilizar o comando para “setar” o TimeZone desejado. Considerando que escolhemos o TimeZone “America/Sao_Paulo”, utilizamos o comando:

Pronto!

Utilize o comando “date” para verificar a alteração.

Existe um arquivo de configuração no Fedora que, por padrão, impede que o Notebook entre em modo de suspensão ou hiberne ao fechar o Notebook.

Para resolver este problemas:

  1. Edite o arquivo “/etc/systemd/logind.conf
  2. Remove o comentário da linha “#HandleLidSwitchDocked=suspend”
  3. Reinicie o service “systemctl restart systemd-logind

Pronto! Agora ao fechar o seu Notebook, ele entrará em modo de suspensão.

Caso queira hibernar o notebook ao invés de suspender, basta substituir o “suspend” por “hibernate”.

Existe uma ferramenta no site speedtest.net que nos permite realizar testes de velocidade da nossa conexão, através do navegador.

 

Mas como fazer esse teste em um servidor Linux, via SSH ? 

 

Vamos utilizar um script em python, oferecido pelo speedtest.net.

Primeiramente, vamos instalar o python:

Em seguida podemos então executar o script:

Algumas distribuições Linux, tais como Ubuntu Server, por padrão não permitem o login do usuário Root no SSH.

Para permitir o acesso Root via SSH edite o arquivo sshd_config:

Em seguida, procure pela diretiva PermitRootLogin e altere para a seguinte forma:

Agora reinicie o serviço SSH:

Pronto!