NFS é um sistema de arquivos que pode ser compartilhado por diversos hosts.

Neste tutorial, estaremos explicando como instalar e configurar um servidor NFS no Debian 8 Jessie.

Instalando e configurando um servidor NFS

Primeiramente, utilizamos o comando abaixo para instalar o servidor NFS:

Nossa pasta a ser compartilhada ficará em “/var/lib/vz/nfs”:

É no arquivo “/etc/exports” que são feitas as configurações do pontos de montagem NFS:

Cada linha do arquivo corresponde a um cliente que poderá acessar o seu servidor NFS:

Com as configurações acima feitas, basta salvar o arquivo e então reiniciar o service NFS:

 

debian colored terminal

Diferente do Ubuntu, o Debian 6 Squeeze não tem o texto colorido no Terminal ou SSH das pastas, arquivos e etc…

Pesquisando um pouco encontrei a seguinte solução:

1 – Edite o arquivo /etc/bash.bashrc

 


2 – Adicione o seguinte código no arquivo:

3 – Feche o Terminal (SSH), em seguida abra-o novamente e verifique os resultados

 

Fonte: http://jbsteiner.com/article/enabling-colorful-bash-debian-squeeze

Há um mês atrás foi lançado o Debian 7.0 (Wheezy) Stable. Hoje ensinarei como atualizar Debian 6 (Squeeze) para Debian 7 (Wheezy).

Este tutorial funciona nas arquiteturas 32 / 64 bits.

 

Abra sua lista de repositórios:

Remova todos os repositórios do Squeeze e adicione os repositórios para o Wheezy:

Atualize a lista de pacotes:

Atualize o sistema:

Atualize a distro:

Pronto. Agora reinicie o sistema e verifique a nova versão:

 

Fonte: http://www.cyberciti.biz/faq/howto-debian-linux-upgrade-6-squeeze-to-7-wheezy/

DomainKeys Identified Mail (DKIM) é um método de validação de email que utiliza chave pública e privada. A chave privada é usada para assinar cada mensagem enviada e a chave pública é usada pelo receptor da mensagem para válidar a assinatura. É muito importante que se utilize DKIM pois além de evitar fraudes ele faz com que seus emails tenham mais chances de não serem classificados como SPAM.

Ao fazer este tutorial usei o Debian e DKIM-Filter 2.8.2.

 

Instalando e Configurando Domain Keys Identified Mails (DKIM)

 

1. Instale dkim-filter:

 

2. Crie as chaves (pública e privada) e as pastas onde as mesmas deverão ficar. Repita este processo para cada domínio que deseja utilizar DKIM. Utilizei o domínio “masterdaweb.com” como exemplo:

Na pasta onde criamos as chaves, /etc/dkim/keys/masterdaweb.com, teremos dois arquivos:

default.private (contém a chave privada)
default.txt (contém a chave pública)

O próprio nome do arquivo “default.private” é usado como o nome do SELECTOR, que será usado nas configurações de DNS. Caso queira alterar o nome do SELECTOR basta alterar o nome do arquivo “default.private”. No nosso exemplo deixaremos como está.

 

3. Crie o arquivo “/etc/dkim-keys.conf”:

Adicione a seguinte linha para cada domínio que deseja utilizar DKIM:

*@masterdaweb.com:masterdaweb.com:/etc/dkim/keys/masterdaweb.com/default.private

Como no nosso exemplo não alteremos o nome do SELECTOR, então por padrão ele terá o nome “default.private”, caso tenha alterado o nome do SELECTOR corrija a linha adicionada acima com o nome usado.

 

4. Adicione um registro TXT no DNS de cada domínio que utilizará DKIM. O registro TXT que usaremos está em “/etc/dkim/keys/masterdaweb.com/default.txt”. Para isso siga os seguintes passos: 

Copie registro TXT:

Antes de adicionar o registro TXT copiado, altere o registro de acordo com o nome do SELECTOR. No nosso exemplo, o registro copiado foi:

default._domainkey IN TXT “v=DKIM1; g=*; k=rsa; p=MIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUAA4GNADCBiQKBgQDewoXL1vvGBj/AyFYblIQSc1l5jRsYjDkeE4jVLSIDwgpqnWAMB6ibSuBU/ZS4zIWqIj2rTxHhowIO19obe9orf7XgKcq3kKAqtreznW15BfMBpCAoHVNd3q0yjniANFIXFH7mxEljR+ufFOtGYzIytFwPmDn2VepKZBaqLOOHDwIDAQAB” ;

No lugar da palavra “default”, coloque o nome do SELECTOR:

default.private._domainkey IN TXT “v=DKIM1; g=*; k=rsa; p=MIGfMA0GCSqGSIb3DQEBAQUAA4GNADCBiQKBgQDewoXL1vvGBj/AyFYblIQSc1l5jRsYjDkeE4jVLSIDwgpqnWAMB6ibSuBU/ZS4zIWqIj2rTxHhowIO19obe9orf7XgKcq3kKAqtreznW15BfMBpCAoHVNd3q0yjniANFIXFH7mxEljR+ufFOtGYzIytFwPmDn2VepKZBaqLOOHDwIDAQAB” ;

Agora insira no DNS do domínio o registro TXT editado.

Para verificar se o registro TXT adicionado é válido existe uma ferramente online: http://dkimcore.org/c/keycheck

 

5. Crie o arquivo ” /etc/dkim-filter.conf”:

Adicione no arquivo a seguinte linha:

 

6. Abra o arquivo ” /etc/default/dkim-filter”:

Adicione no arquivo o seguinte socket:

SOCKET=”inet:8891@localhost”

 

7. Configure o Postfix para consultar o DKIM-Filter usando o socket criado anteriormente:

Adicione no arquivo as segunites linhas:

milter_default_action = accept
milter_protocol = 2
smtpd_milters = inet:localhost:8891
non_smtpd_milters = inet:localhost:8891

 

8. Reinicie o DKIM-Filter e recarregue as configurações do Postfix:

Pronto! Agora aguarde a propagação do DNS e em seguida faça um teste enviando um email e verificando o cabeçalho do mesmo para saber se o DKIM está funcionando corretamente.

As funções IMAP do PHP permitem operar com os protocolos IMAP, tais como o NNTP, POP3 e métodos de acesso local.

Se você está recebendo o erro “Fatal error: Call to undefined function imap_open()..” ao tentar usar a função IMAP significa que a mesma não está instalada no seu PHP.

 

Como instalar a função IMAP no PHP?

 

Para instalar a função PHP IMAP no CentOS basta rodar o seguinte comando no SHELL:

yum install php-imap

Para instalar a função PHP IMAP no Debian basta rodar o seguinte comando no SHELL:

apt-get install php5-imap

Após a instalação basta reiniciar o servidor Apache:

/etc/init.d/apache2 restart

XCache é um rápido, estável opcode cacher PHP que foi testado e está agora rodando em servidores de produção sob carga alta. Ela supera uma série de problemas que tem sido com outros opcachers concorrentes, como ser capaz de ser usado com novas versões do PHP.

Instalar o XCache no Debian é muito simples.

Como instalar XCache no Debian?

1 – Use o comando para instalar o XCache:

apt-get install php5-xcache

2 – Reinicie o Apache:

Pronto! O XCache está instalado. Para verificar se o XCache está funcionando, use a seguinte função do PHP abaixo e procure por “XCache”:

[PHP]

phpinfo();

[/PHP]

Como configurar o XCache?

XCache já vem pré-configurado, caso queria alterar valores de variáveis e etc, basta editar o arquivo xcache.ini, localizado no diretório:

/etc/php5/apache2/conf.d/xcache.ini

Webmin é uma interface baseada na web para administração do sistema para Unix. O uso de qualquer navegador moderno, você pode configurar contas de usuário, Apache, DNS, compartilhamento de arquivos e etc.

Como instalar o Webmin no Debian?

Baixe a versão mais recente do Webmin usando o comando WGET:

wget http://prdownloads.sourceforge.net/webadmin/webmin_1.580_all.deb

Nesta página você encontrará a versão mais recente do Webmin: http://www.webmin.com/download.html

Depois de baixar o webmin use o comando abaixo:

dpkg --install webmin_1.580_all.deb

Caso o Debian acuse a falta de bibliotecas ou arquivos, use o seguinte comando para instalar essas dependências:

apt-get install perl libnet-ssleay-perl openssl libauthen-pam-perl libpam-runtime libio-pty-perl apt-show-versions python

O Webmin a partir disso será instalado automaticamente. Depois de instalado, o painel poderá ser acessado no endereço:

http://ip_do_servidor:10000

Dados de login:

Login: root

Senha: SENHA DO SEU SERVIDOR