A extensão “.rar” é um formato nativo do famoso WinRar. Linux nos oferece a instalação dessa extensão, que está incluso em seu repositório.

Abra o terminal e execute o seguinte comando:

# apt-get install unrar

Caso a instalação tenha ocorrido com sucesso agora você poderá extrair de um “.rar”.

Para extrair de um arquivo “.rar” basta executar o comando:

# unrar e file.rar

Caso queira listar o que há dentro do arquivo “.rar”:

# unrar l file.rar

Para compactar um ou vários arquivos no formato “.rar”:

# rar a masterdaweb.rar masterdaweb.txt

ou

# rar a masterdaweb.rar masterdaweb-1.txt masterdaweb-2.txt

O pacote build-essential é uma lista que contém vários pacotes necessários para compilação de pacotes do Debian. A ausência de alguns desses pacotes contidos nessa lista resulta em “command not found” na tentativa de compilar algo.

Usando o usuário “root”, para instalar o build-essential execute os seguintes comandos:

# apt-get update && apt-get upgrade

# apt-get install build-essential

Agora você poderá compilar programas em C/C++, pacotes Debian, entre outros…

O seguinte tutorial explica como instalar o módulo “mod_evasive” para o webserver Apache no Debian,
que bloqueia o cliente temporariamente em caso de várias tentativas de conexões com o servidor,
chamado ataque DOS.

Instalação:

apt-get install libapache2-mod-evasive

Crie um diretório para armazenar os logs do mod_evasive

mkdir -p /var/log/apache2/evasive
chown -R www-data:root /var/log/apache2/evasive

Agora adicione a configuração para o módulo editando o arquivo /etc/apache2/mods-available/mod-evasive.load

vi /etc/apache2/mods-available/mod-evasive.load

O arquivo deverá se parecer com isso:

LoadModule evasive20_module /usr/lib/apache2/modules/mod_evasive20.so

DOSHashTableSize 3097
DOSPageCount 2
DOSSiteCount 50
DOSPageInterval 5
DOSSiteInterval 1
DOSBlockingPeriod 10
DOSLogDir “/var/log/apache2/evasive”

Reinicie o servidor Apache:

/etc/init.d/apache2 restart

Fonte: http://www.faqforge.com/linux/prevent-dos-attacks-on-apache-webserver-for-debian-linux-with-mod_evasive/

 

 

Os Notebooks da Acer, modelo Aspire 4553 com a bios antererior a versão 1.17 apresentam alguns probleminhas como lag no video e teclado e mouse não funcionam.

Para corrigir esse problema é preciso atualizar a bios do seu Acer Aspire 4553. A atualização é mais simples do que imaginamos, basta executar o arquivo .exe de atualização que se encontra para download abaixo. Segue algumas simples instruções de como atualizar a bios:

  1. Matenha o computador ligado na fonte.
  2. Feche todos os programas.
  3. Execute o arquivo “ZQ2_117W.exe”.
  4. Depois da atualização seu coputador reiniciará automaticamente.

Download Atualização da bios: 

 http://masterdaweb.com/wp-content/uploads/2012/07/BIOS_Acer_1.17_Windows.zip

 

Pronto! A bios foi atualizada para a versão 1.17, que corrigi todos os problemas citados anteriormente.

 

As funções IMAP do PHP permitem operar com os protocolos IMAP, tais como o NNTP, POP3 e métodos de acesso local.

Se você está recebendo o erro “Fatal error: Call to undefined function imap_open()..” ao tentar usar a função IMAP significa que a mesma não está instalada no seu PHP.

 

Como instalar a função IMAP no PHP?

 

Para instalar a função PHP IMAP no CentOS basta rodar o seguinte comando no SHELL:

yum install php-imap

Para instalar a função PHP IMAP no Debian basta rodar o seguinte comando no SHELL:

apt-get install php5-imap

Após a instalação basta reiniciar o servidor Apache:

/etc/init.d/apache2 restart

XCache é um rápido, estável opcode cacher PHP que foi testado e está agora rodando em servidores de produção sob carga alta. Ela supera uma série de problemas que tem sido com outros opcachers concorrentes, como ser capaz de ser usado com novas versões do PHP.

Instalar o XCache no Debian é muito simples.

Como instalar XCache no Debian?

1 – Use o comando para instalar o XCache:

apt-get install php5-xcache

2 – Reinicie o Apache:

Pronto! O XCache está instalado. Para verificar se o XCache está funcionando, use a seguinte função do PHP abaixo e procure por “XCache”:

[PHP]

phpinfo();

[/PHP]

Como configurar o XCache?

XCache já vem pré-configurado, caso queria alterar valores de variáveis e etc, basta editar o arquivo xcache.ini, localizado no diretório:

/etc/php5/apache2/conf.d/xcache.ini

Quando começamos a utilizar servidores Linux Dedicado ou VPS e queremos saber do uso do processador nos deparamos com o Load Average, representado apenas por um número com duas casas decimais:

 

Mas afinal, o que significa isso?

Dos três valores acima o primeiro significa a média de load no periodo de 1 minuto, o segundo é a média de load no periodo de 5 minutos e o terceiro a média de load no periodo de 15 minutos.

Quanto maior for esse valor significa que mais processos estão na fila de espera. Em um processador single (único) considera-se o Load Average de 1.0 alto e alguma medida deve ser tomada antes que comece a ter problemas com lentidão ou até mesmo queda. Tomando como base um servidor single-core podemos imaginar uma fila de processos como uma fila de carros, por exemplo:

Imagina como um Load Average de 0.50.

Imagine como um load de 1.0.

Imagine como um Load Average de 1.50.

 

Em processadores com mais de um núcleo o Load Average de 1.0 não significa que está em sua capacidade máxima, o valor é proporcional ao número de processadores disponíveis. Em um processador single-core o Load Average de 1.0 é considerado 100% de uso, já em um dual-core consideramos 100% de uso como Load Average de 2.0, em um Quad-Core 100% de uso equivale a um Load Average de 4.0 e assim por diante.

CHMOD é um comando usado para alterar permissão de arquivos ou diretórios.

Significado dos valores para CHMOD:

  • 700: Somente o proprietário pode ler.
  • 755: Todos podem ler mas não escrever.
  • 775: Somente o grupo pode ler e escrever.
  • 770: Ninguém exceto o grupo pode ler.
  • 666: Todos podem ler e escrever.
  • 777: Todos podem ler, escrever e executar.